30 de abr de 2015

Dialética Nipon: JICJB – Parte VI #ESPECIALTV

 

Depois de quatro meses sem postar nada do tema cultura nipônica, o Dialética volta hoje com o #ESPECIALTV na coluna JICJB - Japão e as Influencias na Cultura Jovem Brasileira, e as categorias e tipos de animes que pipocam na televisão japonesa, desta vez, optei per ser pratico, embora tenha rolado um Ctrl C + Ctrl V nos artigos da Wikipédia, creio que resumi ao que realmente é cada gênero, deixando tudo um pouco mais prático e espero que gostem e por favor, comentem.

HARÉM

Harém, é um gênero de anime que apresenta um personagem masculino ou feminino, que vive rodeado por várias personagens do sexo oposto. Normalmente, são comédias românticas, mas podem se tratar de outros tipos.

Em um Harém um protagonista é cercado, geralmente amorosamente, por três ou mais personagens do sexo oposto. O mais comum é quando o cenário é dominado pelo sexo feminino, por exemplo, um grupo de meninas que acompanha um certo menino, e em alguns casos coabitam com ele, isso é quando a intimidade é quase habitual.

Quando há uma menina e vários meninos, costuma-se chamar de Harém Invertido.

Exemplos de Harém: Highschool DxD; Bakemonogatari; Date A Live; Hayate no Gotoku!; Zero no Tsukaima; Rosario + Vampire; Ranma ½; Ichigo 100%; Clannad; e outros.


JOSEI

Josei são animes específicos, normalmente voltados para o público feminino adulto. Enquanto produções para meninas são chamadas de shōjo, para meninos são chamadas de shōnen, e para homens Seinen. O Josei é um amadurecimento do shōjo.

São geralmente histórias da vida adulta com foco no cotidiano feminino, mostrados de forma mais realista. O estilo do traço usado geralmente é mais sóbrio.

Outra característica dos Josei é a liberdade para se criar as histórias, pois não existem restrições. Pode-se colocar cenas explícitas de sexo em histórias Josei sem que sejam consideradas pornográficas. Uma vertente crescente é a abordagem da homossexualidade nos últimos anos, pois a cultura japonesa considera romântico o amor proibido entre duas pessoas do mesmo sexo. Sendo chamado de yaoi, quando masculino e de yuri, quando feminino.

Como a maioria dos Josei possuem características mais realistas, suas adaptações em geral são para jdrama em filmes, novelas e seriados de televisão com atores reais, sendo muito poucos os Josei transpostos para anime.

Exemplo: Papa to Kiss in the Dark, Nodame Cantabile, Paradise Kiss.


KODOMO

Kodomo (é um gênero voltado para o público infantil, também são conhecidos como kodomomuke anime (lit. animê(s) para crianças).

Em geral os kodomo possuem histórias fechadas ou com arcos muito curtos, pois crianças pequenas tem dificuldade para acompanhar histórias seriadas. Também possuem desenho e narrativa simples, sem muitas sangrias e retículas.

Exemplos: As Aventuras do Pequeno Príncipe; Dinossauro Rei; Duel Masters; Doraemon; Hamtaro; Monster Rancher; Onegai My Melody; Meu Amigo Totoro.


MECHA

Um mecha (meka, abreviatura de mechanical, inglês para mecânico) é um robô gigante (geralmente bípede) controlado por um piloto ou controlado. Um mecha geralmente é uma máquina de guerra ou combate com pernas, cujos principais oponentes são monstros gigantes ou outros mechas.

Geralmente  são  construídos  em  formato antropomórfico (de ser humano) ou de animais.

No contexto do anime, também se chama de mecha às produções em que mechas e seus pilotos são os principais personagens. Esse gênero também se tornou popular em séries de ficção científica japonesa, conhecidas como tokusatsu, e levou a produção de grandes linhas de brinquedos inspirados nos mechas.

O público-alvo desses animes são jovens e adultos do sexo masculino, mas há uma grande variedade de histórias sobre mecha abrangendo vários gêneros e estilos. Características comuns do gênero são o combate ao mal e os pilotos de idade adolescente.

Exemplo: Full Metal Panic; Code Geass; Neon Genesis Evangelion; Mobile Suit Gundam.


MAGICAL GIRL OU MAHO SHOUJO

Mahō shōjo (it. moça(s) mágica(s)) é um subgênero de anime e mangá shōjo e um tipo de personagem feminina jovem com poderes mágicos.

As histórias mais famosas de mahō shōjo apresentam jovens meninas com capacidades sobre-humanas e que são forçadas a lutar contra o mal. As mahō shōjo são também conhecidas no Japão como majokko.

A mahō shōjo geralmente obtém os seus poderes através de alguma espécie de objeto encantado como um pendente, uma varinha ou um laço. Ao concentrar-se no objeto, e dizer uma frase ou comandos especiais em alguns casos, a garota atravessa uma intrincada sequência de transformação e muda para a sua forma poderosa. Um importante tema de mahō shōjo é o de aprender a concentrar os poderes e desenvolvê-los ao máximo. Equipes Ao estilo (Super Sentai) de mahō shōjo muitas vezes aprendem a combinar os seus poderes em ataques massivos e superpoderosos. Todavia, com ou sem poderes, as mahō shōjo são raramente fracas na sua forma normal, uma vez que tendem a aprender ginástica ou artes marciais para acrescentar aos seus talentos sobrenaturais.

Exemplos: Sailor Moon, Cardcaptor Sakura, Pretty Cure, Guerreiras Mágicas de Rayearth, Demashita! Powerpuff Girls Z.


MAHO SHONEN

Mahō shōnen (lit. garoto(s) mágico(s)) ou Magical Boy como também é chamado, é um tipo de personagem em animes e mangás, jovem, com poderes mágicos e do sexo masculino. Geralmente são: seres mágicos, como anjos, magos, bruxos e feiticeiros.

Muitos mahō shōnen acompanham mahō shōjo ou têm a companhia de magos mais experientes. Os garotos mágicos normalmente são personagens coadjuvantes como Syaoran Li de Cardcaptor Sakura e costumam ter aparência atraente (embora às vezes com atitude maliciosa, fria ou insensível).

Embora seja mais um tipo de personagem do que gênero, existem muitos animes catalogados como maho shonen.

Exemplo: D.N.Angel, Matantei Loki Ragnarok Negima!, Tokyo Babylon, Tsubasa: RESERVoir CHRoNiCLE e ×××HOLiC, binan koukou chikyuu bouei-bu love.


SCI-FI

Ficção cientifica aborda assuntos relacionados com extra terrestre, naves espaciais, conspirações, mutantes.

Ficção científica é uma forma de ficção desenvolvida no século XIX, que lida principalmente com o impacto da ciência, tanto verdadeira como imaginada, sobre a sociedade ou os indivíduos. O termo é usado, de forma mais geral, para definir qualquer fantasia literária que inclua o fator ciência como componente essencial, e num sentido ainda mais geral, para referenciar qualquer tipo de fantasia literária. Em inglês o termo ficção científica é às vezes abreviado para sci-fi ou SF. Em português, é abreviado para FC.

Exemplo: GHOST IN THE SHELL; SPACE DANDY; GANTZ; COWBOY BEBOP.


SHOUNEN-AI

Shōnen'ai (lit. amor de meninos) é um gênero do anime que retrata relações românticas entre homens. Essas relações são leves ou insinuadas, às vezes apenas passionais, e geralmente não há retratação do sexual. Mas que às vezes é apenas uma amizade forte entre garotos e homens.

Algumas obras se concentram apenas em relacionamentos shonen-ai, mas é comum encontrar algo do gênero em histórias sobre qualquer tema e direcionadas a qualquer público, inclusive o infantil. Em muitos casos, a relação pode ser explicada como uma amizade mais profunda e não choca a audiência. Há uma separação bem-definida entre o shonen-ai e animes pornográficos com conteúdo homossexual entre homens, conhecidas como Yaoi.

No Japão, ironicamente, essa expressão é usada para se referir à pedofilia e não no sentido em que é usada nesse artigo: O termo usado lá para animes do gênero é Boys Love, emprestado do inglês e com o mesmo significado. Vale a pena lembrar que, em países de língua inglesa, boylove é um termo ofensivo e que se refere justamente à pedofilia.

Exemplo: Gravitation.


Fonte: Wikipedia.com

Bom pessoal é isso na semana que vem o Especial Cultura Niponica segue seu rumo, deixando a tv de lado e abordando as músicas japonesas que fazem sucesso entre a garotada. Então aguardem e não deixem de comentar.

29 de abr de 2015

Dialética Séries: The Messengers

Capturar

O Dialética Séries traz hoje para vocês, o Review de uma das novas séries do canal americano CW, trata-se do seriado The Messengers, lançado no último dia 17 de abril.

A série conta com 13 episódios incialmente encomendados, e isso se deve as precauções que a emissora toma ao lançar suas series, tendo em vista o fracasso de algumas séries no passado, até mesmo o sucesso do ano passado The Flash iniciou com apenas 13 episódios garantidos, e somente após sua consolidação teve sua temporada estendida para 23 episódios.

O lado bom de The Messengers, é que a mesma vem seguindo os trilhos já trilhados por outras séries da emissora como Arrow; The Original, I Zombie, e alcançado altos índices de audiência, embora tenha exibido ainda apenas dois episódios.

Então, vamos conhecer um pouco mais sobre a série?

Sinopse: The Messengers gira em torno de um misterioso objeto que cai na Terra e um grupo de estranhos aparentemente desconectados morrem devido a um grande pulso de energia lançado por esse objeto. No entanto, depois eles despertam e descobrem que foram considerados os responsáveis ​​por impedir o apocalipse iminente.

Review: A minha animação com essa série começou ainda ano passado quando foi anunciada, infelizmente a CW adiou sua estreia para abril deste ano, logo após a estreia de I Zombie, que como já era previsto, seria o carro chefe da emissora nesta baixa temporada.

Como fã de teorias apocalípticas, desastres globais e anjos, por que quer criatura mais legal que anjos? eu estava salivando por esta série, e devo revelar que a CW não decepcionou, a história se inicia com a queda de um objeto misterioso no mesmo lugar onde testaram a bomba atômica pela primeira vez, bem sugestível isso né? No exato instante da queda, cinco indivíduos até então desconhecidos morrem com o choque emitido pela queda.

São eles Vera Buckley uma astrônoma, Peter Moore um adolescente órfão, Joshua Silburn um televangelista, Erin Calder uma dona de casa e Raul Garcia um policial federal em missão no México, consequentemente após acordarem todos são compelidos a um hospital onde Rose Arvale está em como a sete anos. E, é ela que vai revelar aos cinco sua novas naturezas, todos são anjos, os mensageiros do apocalipse, e cabe a eles impedir que Lúcifer, o ser que caiu do céu, expulso pela segunda vez do paraíso de recrutar os quatro cavaleiros do apocalipse.

Com rose são seis anjos mensageiros, e ainda a promessa de um sétimo até então desconhecido. Cada um dos mensageiros possui um poder especial, Joshua prevê o futuro, Raul lê mentes, Erin pode curar até o mais grave ferimento e Peter tem força sobre-humana. Mesmo relutantes todos percebem rapidamente que não importa o caminho tomado, o destino dos seis é impedir o plano do Diabo.

A série é muito bem feita, os efeitos especiais são de primeira, e novamente temos aqui os olhos negros famosos em Supernatural, embora neste seriado eles possuam uma vertente, o vermelho do fogo do inferno. O roteiro é encantador, e nos leva a acreditar na casualidade do destino, os atores embora quase todos desconhecidos são belos profissionais.

E um destaque todo especial deve ser dado ao interprete do personagem The Man/Lúcifer, trata-se do ator português Diogo Morgado, conhecido pelo papel Jesus Cristo na minissérie The Bible e no filme O Filho de Deus, além de novelas muito conhecidas no Brasil, como Floribela e Laços de Sangue, ele também atuou em terras brasileiras, participando da novela Revelação do SBT e da minissérie global O Quinto dos Infernos.

Além de Diogo, outros atores conhecidos são, Shantel VanSanten, conhecida pelo papel Quinn James no seriado One Tree Hill e Joel Courtney, o Joseph "Joe" Lamb no filme Super 8.

A torcida deste que vos escreve está toda depositada nesta série, que demonstra grande futuro, o que cabe a nós, é torcer para que os americanos também gostarem e assim continuar com a série no ar.

Trailer THE MESSENGERS–CANAL THE CW

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

28 de abr de 2015

Terça do Anime: Temporada de Primavera 2015 – Parte II

Continuarei agora com o Review dos animes escolhidos por mim nesta temporada, espero que goste e por favor, não esqueça de deixar seu comentário. Ele é o motivador da existência deste blog.


Kekkai Sensen

Sinopse: Uma ruptura entre Terra e Submundo foi aberta sobre a cidade de Nova York, prendendo os habitantes da cidade e também as criaturas de outras dimensões em uma bolha impenetrável. Eles vivem juntos por anos, em um mundo de crimes e loucura. Mas agora alguém ameaça romper essa bolha um grupo de super-humanos cheio de estilo e força vai trabalhar duro para que isso não aconteça.

Origem: Mangá (9 volumes – em andamento)

Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Vampirismo

Comentário: Kekkai Sensen não era um dos animes que pretendia assistir, na verdade a sinopse não havia me atraído e havia achado os poucos trailers que vi insuficientes para gerar desejo pelo anime. Porém, acabei baixando o episódio de estreia por engano, e aceitei assistir o anime.

Kekkai tem tudo o que gosto num anime, poderes especiais, animais estranhos, monstros, lutas sangrentas, mulheres valentonas, tudo que me faz gostar de um anime, e, é claro que estou animadíssimo em acompanhar esse azarão. O universo criado talvez seja um pouco difícil de assimilar para quem não acompanha mangá como eu, ainda não consegui entender se o Submundo criado em Nova York é uma representação do inferno ou um planeta desconhecido, até porque há de tudo um pouco, seres geneticamente modificados com sangue maleável e moldável, deuses concedendo poderes a desconhecidos nas ruas. Monstros que se alimentam de carne humana, vampiros invisíveis, mas nada, que remeta ao inferno em si. Pelo contrário os monstros do anime lembram e muito aqueles caçados pelos homens de preto em MIB.

Mesmo sem compreender a ideia geral do anime, devo mencionar que estou adorando e indico para qualquer um que goste de um pouco de aventura com mesclas de sobrenatural e investigação.

Fonte: MyAnimeList


Kyoukai no Rinne

Sinopse: Quando criança Sakura Mamiya desapareceu misteriosamente na floresta atrás da casa de sua avó. Ela volta sã e salva, mas desde então ela passa enxergar espíritos. Agora adolescente, Sakura só quer que os espíritos a deixem em paz! Na escola, o lugar ao lado do de Sakura está vazio desde o início do ano letivo. Até que, certo dia, o dono desse lugar finalmente aparece na escola, mas Rinne Rokudo é bem mais do que aparenta ser.

Origem: Mangá (23 volumes – em andamento)

Gênero: Comédia, Shounen, Sobrenatural, Vida Escolar

Comentário: Esse anime adotei como objetivo antes mesmo de saber sua sinopse, já sabia que era uma obra da mesma criadora de Inuyasha, um anime que cresci assistindo. E graças a Deus, este aqui beira ao ridículo de tantas semelhanças nos traços e nas características dos personagens. Além disso o anime aborda o meu ser mitológico favorito, o Shinigami, ou anjo da morte, embora diferente dos já vistos em animes como Bleach e Soul Eater.

Rokudo é um garoto meio shinigami meio humano e trabalho no translado das almas para a roda do destino onde podem reencarnar. Isso tudo mesclado com o humor hilariante criado pela autora, baseado quase que exclusivamente no relacionamento natural entre Sakura e Rokudo, e o fato do segundo sempre precisar da outra para arcar com as despesas de despache de fantasma, que custa caríssimo.

Recomendo este anime, embora mais leve que a maioria, é um anime para a família e com certeza um bom passatempo para as horas de ócio.

Fonte: MyAnimeList


Owari no Seraph

Outros Títulos: Seraph of the end

Sinopse: Um dia, um vírus misterioso apareceu na Terra, que matou todos os humanos infectados com idade superior a 13 anos. Ao mesmo tempo, os vampiros surgiram a partir de trevas do mundo e da humanidade escravizada. Hyakuya Yuuichirou, um jovem rapaz que, juntamente com o resto das crianças de seu orfanato, são tratados como gado pelos vampiros. Mesmo em cativeiro, Yuuichirou sonha grande. Ele sonha em matar vampiros. Ele sonha em matar todos eles.

Origem: Mangá (8 volumes – em andamento)

Gênero: Drama, Shounen, Sobrenatural, Vampirismo

Comentário: Seraph é um anime pós-apocalíptico que se enquadraria muito bem em qualquer distopia literária. O mundo dominado por uma sociedade vampírica opressora, as hordas humanas revoltas, a luta pela supremacia do sangue ou pela destruição do mesmo. Trata-se de um belo drama, onde você se verá em dúvida entre qual lado escolher os humanos ou os vampiros.

Recomendado para os amantes dos seres das trevas.

Fonte: MyAnimeList


Plastic Memories

Sinopse: Depois de falhar no vestibular, Tsukasa Mizugaki de dezoito anos, recebe uma proposta para trabalhar na renomada Corporação SAI, graças às conexões de seu pai.

A SAI é conhecida por sua produção e gestão de andróides que possuem emoções humanas chamados "Giftia." O vaga de emprego de Tsukasa é no Terminal Serviço, cujo principal trabalho é recuperar Giftias que estão perto de seu vencimento, na verdade o departamento está mais para um cemitério do que um deposito de recolhimento. Para piorar a situação, Tsukasa é condenado a trabalhar com Isla, um Giftia do sexo feminino que há muito tempo a única responsabilidade que possui é servindo chá para seus colegas de trabalho.

Origem: Obra original

Gênero: Drama, Sci-Fi

Comentário: PM é uma serie original, portanto não conta com um mangá como roteiro, e sua linha de criação é um pouco mais densa que os demais da lista. O anime é focado nas relações humanas, mais precisamente entre humanos e androides, lembrando que aqui estes seres metálicos são tão humanos quantos os outros. A ótica do anime é justamente trabalhar as perdas e sentimentos dos seres humanos em relação a perda repentina de seus companheiros.

Mesmo se tratando de um drama o anime apresenta grandes doses de comédia, principalmente provocados pelo protagonista, e não fica longe de ser um anime divertido.

Fonte: MyAnimeList


Punch Line

Sinopse: Se ele vê roupa interior, a humanidade será destruído!?

Punch Line é uma série original, e gira em torno de Yuuta Iridatsu, um estudante do ensino médio, com um hábito peculiar. Quando ele vê a calcinha de uma menina, ele fica tão animado que ele desmaia!

Depois de um certo incidente com um gato fantasma, sua alma se separa do corpo. Usando seus poderes especiais, Yuuta assiste o cotidiano dos habitantes de um prédio de apartamentos e, por vezes prega peças neles! Eventualmente, Yuuta decide desbloquear os segredos do ser que vive em seu corpo e consequentemente impedir que a Terra seja destruída.

Origem: Obra original

Gênero: Comédia, Slice of Life

Comentário: PL é um dos animes originais da temporada, e, é incrivelmente hilariante. O protagonista foi separado do corpo e teve o mesmo tomado por um ser desconhecido. Agora ele vive perambulando pelos andares do prédio onde morava. O problema é que a casa é lar apenas de garotas e ele sempre acaba chegando nos momentos mais impróprios. Ao se deparar com as garotas apenas em roupas intimas, Yuuta adquiri poderes provocados por sua excitação, transformando-se quase em um Super Saijin e consequentemente levando a destruição da Terra. Porém basta apenas voltar no tempo e pronto a terra volta ao seu estado de origem. É engraçadíssimo, e ainda conta com a participação de uma super heroína chamada Suco Estranho que assim como Yuuta vive metida em encrenca.

Fonte: MyAnimeList


Saint Seiya Soul of Gold

Sinopse: No submundo, durante a luta contra Hades, os 12 Cavaleiros de Ouro deram as suas vidas para destruir o Muro das Lamentações e permitir que Seiya e seus amigos possam seguir em frente.

Aioria e os Cavaleiros de Ouro, que deveriam ter desaparecidos para sempre, contudo todos voltaram à vida em uma bela terra cheia de luz e gelo, a terra de Asgard.

Agora estão em busca de respostas, explicações de como eles ressuscitaram e por que, já que eles deveriam estar mortos? Enquanto o grande mistério permanece, Aioria se envolve em uma nova batalha e quando seu Cosmo excede seus limites, uma mudança acontece com a armadura de Leo!

Origem: Obra original

Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Sci-Fi, Shounen

Comentário: Essa nova aventura dos Cavaleiros de Ouro remonta as terras de Asgard, onde um terrível tirano tenta dominar a arvore de Yggdrasil, então os cavaleiros saem em busca de resposta e enquanto isso lutam contra esse temível ser. Este anime não é um dos melhores é apresentado quinzenalmente e não gosto muito dos traços.

Mas como grande fã de Saint Seya é impossível desistir.

Fonte: MyAnimeList


Shokugeki no Souma

Sinopse: O sonho de Yukihira Souma é tornar-se um chef em tempo integral no restaurante de seu pai e superar habilidade culinária dele. Mas, quando Yukihira está quase se formando no ensino médio, seu pai, Yukihira Jouichirou, fecha o restaurante para ir cozinhar na Europa.

Embora oprimido, o espírito de luta de Souma é reavivado por um desafio feito por Jouichirou, sobreviver em uma escola de culinária elite onde apenas 10% dos estudantes se formam. E agora, será que Souma vai sobreviver e se tornar um especialista na arte culinária?

Origem: Mangá (11 volumes – em andamento)

Gênero: Comédia, Drama, Ecchi, Harém, Shounen, Vida Escolar

Comentário: Comecei a ver este anime após iniciar esta lista. Por se tratar de um anime voltado para culinária, estava meio apreensivo em encontrar algo como Toriko, porém é muito melhor.

Souma é um excelente chef, porém vive inventando pratos novos, e nojentos como polvo grelhado com manteiga de amendoim e outras atrocidades ao paladar. Porém quando deseja criar os famosos pratos servidos no restaurante de seu pai, é capaz de oferecer aos clientes um orgasmo gastronômico, e provocar no telespectador risos incontroláveis.

É uma excelente comédia, recomendo a qualquer um que queira se desvencilhar do mesmismo dos outros animes.

Fonte: MyAnimeList


Então é isso, se gostou das indicações comente, se não gostou comente também, quero saber o que tem a dizer.

Terça do Anime: Temporada de Primavera 2015 – Parte I

Embora a Temporada de Primavera ou Spring Season Japonesa tenha começado já a algumas semanas, nosso post com as novidades está consideravelmente atrasado, mas eis que este mês saiu mais cedo, pelo menos não esperei acabar a temporada como nas vezes anteriores.
A Temporada de Primavera veio recheada de excelentes atrações, houve a volta de animes já consolidados, e adaptações de mangás que acabaram de ser lançados nas terras nipônicas.
Como não poderia deixar de ser, acabei escolhendo animes demais para acompanhar, entre os mais de vinte estreantes escolhi oito novatos, uma continuação e cinco séries que já vinha acompanhando. Totalizando 14 animes.
Então vamos lá conhecer melhor cada um deles.



Ame Iro Cocoa

Outros Títulos: Rainy Cocoa
Sinopse: Aoi Tokura é um estudante do ensino médio comum e que está tendo um péssimo dia. Isso porque foi chamado de feio por um cara de boa aparência. Após muitas desilusões e maltrato, ele caminha pela chuva até encontrar um pequeno e aconchegante café, o Rainy Color, um lugar agradável que pertence a Kouji Amami e tem Shion Koga como gerente.
Aoi passa a trabalhar meio período lá e é uma surpresa quando descobre que Keiichi Iwase, o cara que o maltratou, frequenta o lugar. Para finalizar, o confiante Ryouta Sakurai também é um cliente assíduo do café, e é nesse clima recheado de personagens cativantes que os dias de chuva da vida de Aoi vão finalmente se encher de cores.
Origem: Web mangá (em andamento)
Gênero: Comédia, Slice of Life
Comentário: Ainda é impossível analisar este anime, devido a duas coisas peculiares, a primeira seria os poucos episódios exibidos, apenas quatro e a segunda o tempo de duração de cada episódio, dois minutos, dois míseros minutos, onde pouco é passado.
Ao que se pode perceber, o anime retrata especificamente as relações entre os frequentadores do Rainy Color e os seus funcionários, além de rápidas aparições do dono do estabelecimento. São situações corriqueiras, como discussões sobre como atender o cliente, ou sobre as bugigangas trazidas pelo gerente de suas diversas viagens de férias. Ao meu ver o anime possui um estilo yaoi impregnado, porém mascarado até o momento, aposto minhas fichas em um relacionamento entre Aoi e Keiichi. Já que o primeiro além de traços femininos nutre uma fixação pelo segundo.

Denpa Kyoushi
Sinopse: Adaptação para anime do mangá que gira em torno de Jun’ichirou Kagami, um jovem adulto louco por mangás, animes e games.
Ele foi o gênio que publicou um artigo no jornal Natureza e Ciência quando tinha 17 anos. No entanto, depois de se formar na faculdade, ele se tornou um NEET absorvido por seu blog de animes.
Incapaz de ver Kagami nessa vida, sua irmã Suzune o coloca para trabalhar no Instituto Ichou. Lá a diretora Koyomi Hiiragi atribui a ele uma nova vida: a de professor!
Origem: Mangá (14 volumes – em andamento)
Gênero: Ação, Comédia, Drama, Ecchi, Harém, Romance, Shounen, Vida Escolar
Comentário: Este anime quase passou batido, não havia me animado com a sinopse, porém acabei arriscando, e não me arrependo. Talvez seja a melhor comédia da temporada. Kagami um cara de dezessete anos, resolveu virar um NEET que sofre de uma doença criada por ele, onde entre os principais efeitos, está o de fazer apenas o que ele quer fazer.
NEET significa: "Not currently engaged in Employment, Education or Training", algo como "Atualmente sem Emprego, Educação (não é estudante) e Treinamento (estágio)". No Brasil substituído pela sigla VASP (Vagabundos Anônimos Sustentado pelo Pais).
O legal do anime, é que além de ser um NEET, otaku e gamer, Kagami é um gênio da física e da computação, e usa seus dons mesmo que obrigado a dar lições não apenas acadêmicas mais também de vida aos seus estudantes. Então há sempre situações cômicas, como obrigar uma aluna a se vestir de empregada e chamar os outros de mestre para aprender a respeitar as diferenças, ou humilhar virtualmente garotas que cometem bullying apenas para que sintam na pele o que é sofrer agressões mesmo que verbais.
Isso sem mencionar as legendas da Fansub Punch, que soube muito bem adaptar as piadas para o nosso repertorio de gírias, é fácil rir com as tiradas do pessoal.

Gintamaº
Sinopse: A história de Gintama ocorre em Edo, o Japão, que foi conquistada por alienígenas chamados "Amanto", no final do Período Edo. Os samurais do Japão lutaram contra os estrangeiros, mas, depois de derrotá-los, os Amantos colocou uma proibição na utilização das espadas.
A trama é focada em um samurai excêntrico, Gintoki Sakata, o adolescente Shinpachi Shimura e a alienígena chamada Kagura, os três trabalham como freelance na firma conhecida como "Yorozuya" ("Fazemos Tudo").
Origem: Mangá (57 volumes – em andamento)
Gênero:  Ação, Aventura, Comédia, Drama, Fantasia, Histórico, Sci-Fi, Shounen, Sobrenatural
Comentário: Gintama voltou ebaa. Após ficar parada por um tempo Gintama voltou a televisão, também pudera, Gintama faz parte da cultura japonesa, como Chaves faz parte da nossa. Fazia um bom tempo que não assistia Gintama e devo ter ficado uns três anos sem me ligar nessa série, porém voltei agora a acompanha-la, e embora algumas coisas ainda não façam muito sentido, não é necessário ter assistido as outras temporadas para entender a história que continua acida, sarcástica e ferina. Gintoki continua o de sempre bêbado, preguiçoso e atoa, Shinpachi-kun ainda é o que lhe coloca no eixo e Kagura é a doce, porém extremamente forte alienígena de rosa que anda nas costas do seu cão-deus.



High School DxD BorN

Sinopse: Está é a terceira temporada de HS DxD.
Kuoh Academy é uma antiga escola de meninas que se transformou recentemente em uma escola mista, mas tem um segredo. Desconhecida pelos seres humanos normais, anjos, anjos caídos e demônios fazem parte da população estudantil.
Um desses alunos, Issei Hyodo, é um recém transformado demônio, súdito de Rias Gremory, a irmã do Rei do Inferno. Nesta temporada Issei junto a Rias viajam para uma acampamento de verão no Makkai (inferno), onde treinaram e passaram por intensas batalhas contra Loki o deus nórdico do mal.
Origem: Light Novel (19 volumes – em andamento)
Gênero: Ação, Comédia, Demônios, Ecchi, Harém, Romance, Shounen, Vida Escolar
Comentário: Como sempre High School DxD está repleto de cenas de seios, calcinhas e sangramentos nasais, Issei continua um tarado demônio, rei-dragão que pretende se aperfeiçoar na arte dos peitos. O bom da temporada É a aproximação a única dos membros do clã de Rias que não tinha sido explorada nas duas temporadas anteriores, os episódios até agora apresentados focaram na origem da pequena Koneko e sua irmã nekomata do mal.
Além de grandes e intensas batalhas e a tentativa de unificação do inferno com as mitologias nórdicas, além dos já conhecidos tenshis (anjos), demônios, anjos caídos e reis-dragão.


Se possível ainda hoje posto a continuação. 


http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

27 de abr de 2015

Livro #22 – A Estrada da Noite de Joe Hill

Preliminares

Capturar

“Vou ‘vender’ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto. É claro que uma alma não pode de fato ser vendida, mas creio que ele irá para sua casa e ficará ao seu lado se você estender o capacho de boas-vindas. p. 10


Sinopse

A Estrada da Noite - Uma lenda do rock pesado, o cinquentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estreia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror.


O Autor

Gêneros Terror, Fantasia, Ficção 

Nascimento: 03/06/1972

Local: EUA - Maine – Hermon

Biografia: Joseph Hillstrom King, mais conhecido como Joe Hill é um escritor estadunidense de livros do gênero de ficção. É filho do também escritor Stephen King. Seu nome foi escolhido como uma forma de homenagem ao anarquista sueco Joe Hill.

Fonte: Skoob.


O LIVRO

Título: A Estrada da Noite

Autor: Joe Hill

Valor de Capa: R$ 12,80 até R$ 24,90

ISBN-13: 9788599296134
ISBN-10: 8599296132
Ano: 2007 / Páginas: 320
Editora: Arqueiro

Título Original: Heart-Shaped Box

Tradutor: Mario Molina

Avaliação no Skoob: 3,9


Dialética

A Estrada da Noite, livro de Joe Hill foi traduzido e publicado no Brasil no ano de 2007 e tornou-se logo em seguida um item indispensável para os fãs de terror/suspense que já idolatravam o pai de Hill, o famoso mestre do suspense e Rei do Maine, Stephen King.

O livro narra as desventuras de Judas “Jude” Coyne, o vocalista de uma banda de rock aposentado. Jude leva a sério o termo “adorador do diabo” direcionados aos ávidos fãs do rock metal, e consequentemente adota um desejo assustador por sua coleção de itens macabros, como: um livro de receitas canibais, uma confissão real de uma bruxa, uma fita K7 com cenas de um assassinato, um crânio perfurado ao expulsar demônios, desenhos dos sete anões feitos por um molestador perigoso e outros apetrechos agourentos.

Jude tem também um especial carinho por seus dois cães, Bon e Angus, dois ferozes cães negros. Porém o que Jude gosta mesmo é de aporrinhar quem se aproxime, seu desejo por solidão somente é quebrado pelo seu desejo por garotas. E por essa razão tem sempre uma ao seu lado. Geralmente fãs jovens que veem no astro decadente a chama de sua juventude já perdida. Jude tem o habito de apelidar suas amantes com o nome do estado onde moravam antes, a atual namorada é chamada de Geórgia, as vezes Jude se quer lembra que seu nome verdadeiro é Marybeth.

Um dia Jude recebe um e-mail alertando sobre um leilão, onde o objeto ofertado era um paletó assombrado, a garota que vendia assegurava que o seu pai falecido estava preso na roupa e quem a comprasse receberia o fantasma junto. Por mil dólares Jude leva o paletó que chega a sua casa algum tempo depois envolto por uma caixa em forma de coração. (Título Original do Livro: Heart-Shaped Box).

Com a chegada do mórbido embrulho Jude se vê assombrado por um velho carregando um pendente, é o velho Craddock, o ex-dono do paletó. Acontece que Craddock também era padrasto de uma das namoradas de Jude, e acredita que ela se suicidou após ser abandonada por Jude, agora o fantasma quer vingança e fará de tudo para obte-lá.

Após ver as poucas pessoas que o cerca indo embora, Jude e Geórgia tentam destruir o paletó mas sem sucesso, acabam saindo em uma viagem em busca de respostas, além dos dois, vão no carro Bon e Angus os dois cães que causam um certo pavor no fantasma.

Inicia-se ai uma famigerada perseguição que dão razão ao título brasileiro do livro, e que assusta qualquer um facilmente, a leitura é viciante e eletrizante. O livro é narrado em terceira pessoa e cada página é repleta de informações sobre Craddock, o passado de Jude e de Geórgia, há sinais evidentes da existência do sobrenatural, algo que abalaria até mesmo o cético Jude.

A obra de Hill é digna de um herdeiro do terror, assim como o pai Hill cria situações enigmáticas, assombrosas e consequentemente te faz devorar rapidamente todo o livro em questão de horas, é impossível querer parar de ler A Estrada da Noite antes de finalmente chegar ao desfecho.

A única coisa ruim, é a velocidade dos acontecimentos, até a saída de casa a história possui um ritmo lento, mas gostoso de acompanhar, sem muitas reviravoltas ou tensões elaboradas, mas ao pegar a estrada o livro entra em um ritmo desenfreado que te leva rapidamente ao desfecho. Acredito que o final poderia ter sido melhor trabalhado, mas não acho que isso afete o teor do livro, ele ainda continua fantástico.

A diagramação e revisão estão adequadas, não achei erros, ou melhor não me lembro de tê-los visto. A capa exibe bem o teor da história e a Editora Arqueiro produziu um ótimo livro.

Se você é amante do terror/suspense avance com gula porque Craddock e Jude esperam com uma história assombrosa.

5


Capas pelo Mundo

 

Capas: 1 Portuguesa; 2 e 3 Americanas


26 de abr de 2015

Especial de Domingo: The Ultimate Book TAG

Olá pessoal, embora meu inglês seja uma negação, as vezes me incentivo a ler blogs em inglês, e recentemente descobri um do qual gostei, não sei se a linguagem jovial da blogueira ajudou ou se meu inglês está melhorando.

Estava dando uma olhadinha estes dias e encontrei esta TAG divertidíssima e resolvi adapta-lá para o blog, embora seja uma TAG bem velinha e que talvez já tenha sido adaptada por outro blogueiro nacional aqui vai o: The Ultimate Book Tag!

Se quiser postar a TAG em seu blog, deixe o link para que possa ler e comentar suas respostas.

Retirado do blog da Megan: The Book Babes Reads.

Perguntas:

1. Você fica doente quando lê no carro?

R: Sempre, não consigo ler em movimento ou com muito barulho. Se leio no carro sempre fico com dor de cabeça e/ou enjoo.

2. Que autor você acha que possui um estilo de escrita totalmente exclusivo e por quê?

R: Exclusivo acho que ninguém, é possível reconhecer muitas influencias na maioria dos autores consagrados. Agora há aqueles que se superam e que mesmo as copias não alcançam seu estilo único de escrever, para mim Douglas Adams o autor do Mochileiro das Galáxias, era dotado de uma memória e um dom único na hora de escrever, sou fã de todos os seus trabalhos já publicados no Brasil.

3. A Série Harry Potter ou a Saga Crepúsculo?

R: Harry Potter, ao contrário do que muitos devem pensar, não rejeito Crepúsculo por ser menino, até gostei do primeiro livro, mas sério aquela lenga-lenga da Bela é estafante. HP é diferente, é mais jovem sei lá, mas animado.

4. Você costuma carregar livros na bolsa/mochila? Se sim, o que você leva (além de livros...)?

R: Quando tenho livros pequenos carrego no bolso, ou na mochila quando estou com ela, sempre levo um ou dois livros, dependendo para onde vou, você vai achar, desodorante, uma troca de roupa, escova de dentes, carregador de celular, bloco de anotações, canetas, sabonete, as vezes lanterna e isqueiro/fosforo, é bom estar precavido, nunca se sabe onde seu dia vai te levar.

5. Você cheira seus livros?

R: Os Novos sempre. Os usados que adquiro em sebos e feiras já mais, alguns possuem cheiros que grudam na memória. ecaa!

6. Livros com ou sem pequenas ilustrações?

R: Depende do tipo de ilustrações, se forem relacionadas ao livro é sempre bom. Agora quando é aquela mesma imagem comum nos livros de antologias e aparecem repetidas vezes nos cabeçalhos de cada conto ai eu odeio.

7. Qual o livro que você amou ler, mas descobriu depois que na verdade ele não era tão bom quanto imaginava?

R: A Outra Vida de Susanne Winnacker. Gostei muito deste livro quando li, mas quando reli, meio que o achei muito parecido com outras histórias de apocalipses zumbi, a única diferença é que os monstros não são zumbis e sim meio lobisomens.

8. Você tem alguma história engraçada envolvendo livros da sua infância? Por favor, compartilhe!

R: Sim. Uma vez minha professora da quarta série promoveu um projeto de leitura, onde liamos clássicos, como Cinderela, Rapunzel e outros, eu tinha que ler A Vendedora de Fósforos, mas queria ler A Roupa Nova do Rei, então li durante o intervalo o primeiro livro e disse a professora que trocasse o livro pois já tinha lido ele na semana anterior. Ela sabia que era mentira e para me castigar por trapacear, suspendeu o projeto. O que colocou meus colegas de turma contra mim, passei uma semana sendo obrigado a sair escondido para evitar uma surra. Lembrando-me hoje disso, fico encantando como garotos de oito anos amavam ler naquela época, acho que era culpa da inexistência de celular. Hehehe

9. Qual é o livro mais fino da sua estante?

R: O Pequeno Príncipe, com 91 páginas.

10. Qual é o livro mais grosso da sua estante?

R: Os dois mais grossos são: Under the Dome do Stephen King com 960 páginas e a Trilogia Star Wars com 528 páginas.

11. Você escreve tão bem quanto lê? Você se vê no futuro como um autor?

R: Quando menor ganhei alguns concursos de Redação e minha nota no ENEM foi 980 de 1000. Mas nunca tive coragem de mostrar os meus pretensos livros a alguém. Porém adoraria ser um autor publicado, na verdade sonho com isso.

12. Quando você começou a ler?

R: Leio desde os meus oito anos de idade, mas livros grandes mesmo comecei a ler aos 15 e nunca mais parei.

13. Qual é o seu livro clássico favorito?

R: O Mágico de Oz.

14. Na escola qual era a matéria em que você era melhor Artes, Português, Matemática, Idioma/Inglês ou Outra?

R: Português e História, embora fosse bom em quase todas as matérias, menos nas exatas (matemática e física).

15. Se você ganhasse como presente um livro que você tinha lido antes e odiado... o que você faria?

R: Aceitaria feliz, amo ganhar livros mesmo que não goste deles, depois trocava no Skoob por algum que gostasse.

16. Você conhece alguma série menos conhecida que é semelhante a Harry Potter ou Jogos Vorazes?

R: HP acho difícil, mas Jogos Vorazes, quase todas as distopias lembram o enredo deste. Exemplo são a Trilogia O Teste, a Trilogia Destino, ambas se parecem muito com JV.

17. Qual mau hábito que você sempre faz (além de divagar), enquanto bloga?

R: Me auto criticar, nunca acho que uma postagem está boa, e sempre fico com medo de postar, devo ter uma trinta postagens arquivadas que nunca achei boas o suficiente para serem postadas. O medo da rejeição é grande!

22 de abr de 2015

Livro #21 – A Bíblia Segundo o Gato de Philippe Geluck (HQ)

SINOPSE
A Bíblia segundo o Gato responde ao longo das suas 200 páginas a todas as perguntas dos homens desde o começo da humanidade. Acabaram-se as dúvidas, chegou a luz. Com esse livro os homens vão finalmente entender o quanto é absurdo se massacrar uns aos outros há tanto tempo. A verdade sobre tudo isso é revelada pelo Gato no décimo primeiro mandamento (o menos conhecido e sem dúvida o mais lindo): “Rirás de tudo, pois, já que vamos todos morrer mais cedo ou mais tarde, só o humor permitirá tomar um pouco de distância das vicissitudes da existência”.

SOBRE O AUTOR
Philippe Geluck (nascido em 07 de maio de 1954) é um comediante, humorista e cartunista. Ele estudou na INSAS (Instituto Nacional Superior das Artes de Espetáculo). Sua obra mais conhecida é a história em quadrinhos Le Chat  (O Gato), que é uma das dez séries de quadrinhos franco-belga best-seller, em 2008, com apenas 320 mil exemplares publicados na França.
Ele também apareceu no talk show francês apresentado por Laurent Ruquier, Em um essayé tout  no canal de TV France 2. Seus desenhos na França são publicados na revista VSD.
Em 2009, o rei Albert II da Bélgica fez dele um Comandante da Ordem da Coroa (Bélgica).




Outras Capas

Adquira seu exemplar no site da Editora.

Dialética
A Bíblia Segundo o Gato do humorista, desenhista e escritor belga Philippe Geluck, é um conjunto ácido, provocativo, sarcástico e cômico, uma releitura dos eventos que precederam a criação do Universo, durante a leitura do livro-HQ publicado pela Editora Nemo, você vai se revoltar, se surpreender e com certeza rir nem que seja um pouquinho!
Geluck e seu parceiro de escrita “Deus”, não poupam nenhum evento e ninguém, com um humor que beira ao ridículo e extrapola qualquer limite para criação fictícia, ele vai ferir seu orgulho e sua crença, esfregando na cara do leitor uma visão deturpada e extravagante da história narrada na Bíblia.
Durante as poucas mais de duzentas páginas, o autor aborda temas que se fossem exibidas em uma novela global iria causar urticaria na bancada evangélica na Câmara. E se você não aceita brincadeiras, não acredita que Deus possa ser objeto de piada, ou vê nisso obra do tinhoso, pare não compre, não leia, não espia a contracapa, corra como o diabo foge da cruz.
Pois, aqui você encontrar sátiras envolvendo, relacionamentos homo afetivo, zoofilia, aborto, violência, sodomia, a submissão feminina e principalmente a visão do homem perante a religião, é algo intrigante e revoltante, que mesmo aqueles de mente muito aberta vai se questionar se não está cometendo um pecado ao ler tal obra.
Tenho uma visão crítica, sei separar a ficção da minha crença religiosa, mas confesso que durante a leitura deste livro, desejei por muitas vezes atira-lo ao fogo e vê-lo queimar por inteiro. Porém segui com a leitura e acredito consegui me divertir e até mesmo gostar do que li. É obvio que jamais aceitaria algumas das piadas feitas como algo engraçado, na verdade as vejo como um achaque desleal a religião cristã.
Um conselho a você que pretende ler esta HQ, tome cuidado com aquela sua tia carola ou aquela vizinha crente fervorosa, ou você corre o risco de receber a alcunha de adorador do tinhoso. Esta HQ trata-se para muitas da maior injuria já dirigida a fé, algo que assustaria até mesmo aquele seu primo que só usa preto e se diz ateu.
Voltando a história em si, você irá conhecer Deus, um gato bípede com um nariz enorme trajando uma toga romana e seu companheiro Pascoal o carneiro, (você vai perceber que aqui companheiro pode ter os mais variados sentidos). Há ainda outros personagens memoráveis como a esposa de Deus, a Morte, um esqueleto loiro e de marias-chiquinhas que o constrange por diversas vezes.
Adão e Eva aparecem na história, e aqui você vai se deparar com algo improprio para crianças, mas de certa forma bem engraçado. O próprio autor aparece como personagem explicando algumas coisas implícitas nas imagens e textos.
Sobre a HQ, a qualidade do trabalho feita pela Editora Nemo é primoroso, acabamento em brochura e tradução impecável, as piadas continuam com o seu teor cômico mesmo após a tradução do francês para o português.
As ilustrações são simplistas, com desenhos redondos e quase infantis, similares as famosas caricaturas políticas que costumamos ver nos jornais impressos.
Mesmo tendo adorado o livro, não consegui atribuir-lhe uma nota cinco, ainda me prendo as convicções religiosas e prefiro esquecer certas cenas e piadas vistas nesta edição.
Na França o livro foi lançado em duas edições, pelo que pesquisei não foi possível saber se a Editora lançou os dois exemplares em uma única edição ou se pretende publicar uma continuação, seja qual for o caso, qualquer novidade você confere aqui no Dialética Proposital.
Nota:
4

Sorteio Literário - Dia das mães‏

"Para nós leitores qualquer época é boa para ganhar livros. Pensando nisso, alguns blogs amigos se uniram para presentear nossos leitores nesse Dia das mães. São seis kits incríveis, aproveitem.


- Regulamento:

  • O sorteio tem inicio no dia 22/04/2015 e vai até dia 22/05/2015. O resultado será divulgado até dia 30/05/2015.
  • "Na opção "Visit" a página, você deve CURTIR a página, e não só visitar.
  • Os ganhadores terão até 48 horas para responder o contato que será feito por email. Caso isso não aconteça, o sorteio será refeito.
  • Os blogueiros responsáveis terão um prazo de 35 dias - a partir da divulgação do resultado - para envio dos prêmios.
  • Não nos responsabilizamos por dados incorretos, nem extravio dos correios.
  • É obrigatório residir em território brasileiro.
  • Este concurso é de caráter recreativo/cultural, conforme item II do artigo 3º da Lei 5.768 de 20/12/71 e dispensa autorização do Ministério da Fazenda e da Justiça, não está vinculada à compra e/ou aquisição de produtos e serviços e a participação é gratuita.



a Rafflecopter giveaway
- Simplesmente Acontece - Estante de papel
- Em busca de um final feliz - Word in My Bag
- Rose e o fantasma prateado - De cara nas letras
- Marcadores - Paradise Books



 

a Rafflecopter giveaway
- Eu fico loko - Da imaginação à escrita
- O Desafio - Amores e Livros
- Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos - Dialética Proposital
- Marcadores - Paradise Books



 

a Rafflecopter giveaway
- Puros - Re.View
- Não posso me apaixonar - Only The Strong Survive
- O Vôo da serpente - Pobre Leitora
- Marcadores - Paradise Books



 

a Rafflecopter giveaway
- Paperboy - Malucas por romances
- Paixão sem limites + Marcadores - Passeando com os livros
- O reino - Livros de Elite

 
 
 

a Rafflecopter giveaway
- Querido John - My Dream's World
- It Girl - Meu Passatempo Blablabla
- À espera de um adeus - Sobre livros e sonhos
- Marcadores - Mural dos livros



 

a Rafflecopter giveaway
- Garota de Domingo - Miih e o Mundo Literário
- Refém da Obsessão - Alegria de viver e amar o que é bom
- Traída - Lisossomos
- Livro surpresa - Cantinho da Gladys
- Marcadores - Passeando com os livros


Boa sorte.