4 de dez de 2015

Livr #40: Gabriel Medina por Tulio Brandão

Gabriel Medina por Tulio Brandão, é um livro biográfico que narra a trajetória do primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, Gabriel Medina. Publicado pelo Selo Primeira Pessoa da Editora Sextante, o livro traz em suas páginas histórias do surfista desde sua origem humilde nas praias de Maresias, São Sebastião a vitória que o consagrou ao mundo em Pipeline no Havaí.
Lançado em julho deste ano o livro é escrito por Tulio Brandão colunista do site especializado em surfe, Waves, de onde diz ter tirado o aprimoramento necessário para chegar a capacidade de ser qualificado para escrever a biografia daquele quem 2014 tornou-se o símbolo da redenção do povo brasileiro, ao reivindicar o título de campeão mundial, e aplanar as dores sofridas no último jogo da nossa Seleção de Futebol na Copa do Mundo do Brasil.
P30-11-15_17.10
Embora eu tenha certo preconceito com biografias, está foi uma grata surpresa. Quando recebi o livro da Editora Sextante não estava muito animado com o que encontraria em seu interior, afinal, um livro focado em um rapaz de vinte anos que se tornou campeão mundial em um esporte pouco divulgado e trabalhado no nosso país, não parecia ser o tipo de leitura agradável a que estou acostumado.
Contudo, como já mencionei a leitura deste livro não somente foi agradável como um surpresa em geral.
Túlio Brandão não se prendeu aos estilizados padrões das biografias encontradas nas bibliotecas de escolas e universidades, ele escreveu sim uma obra biográfica, mas a escreveu para os fãs de Medina. De forma sucinta e simplista ele tece ao longo das duzentas e oito páginas do livro a trajetória do garoto pobre que aos onze anos decidiu ser campeão mundial de surfe e que aos vinte, não apenas superou todas as adversidades da vida como se tornou um jovem temente a Deus, milionário, ídolo mundial e galã entre a mulherada. E a forma como Túlio encontrou para fazer isto mostra o quanto seu conhecimento sobre o mundo deste esporte é amplo.

P30-11-15_17.11Ele narra não apenas o trajeto de Medina como surfista, mas também descreve com clareza a origem do rapaz, desde suas origens chilenas por parte materna as origens caiçaras por parte de pai, descreve seu crescimento enquanto menino pobre que tinha que ver a mãe labutar diariamente para colocar alimento sobre a mesa e oferecer educação aos filhos. Mostra o surgimento do anjo Charles, o inicio do treinamento, os desafios enquanto amador, e os altos e baixos do mundo profissional.
Estabelece uma linha clara entre a criação dada pelos pais e a influência da família e de sua fé no esporte que tanto admira. Demonstra o quão humano e integro é o garoto cujo sonho ambicioso era dominar o mundo sobre uma prancha. É definitivamente uma história de superação, determinação, fé, comprometimento e vitória.
P30-11-15_17.12[01]
Não é apenas uma biografia de um ídolo teen, ou de uma subcelebridade do esporte que teve seus quinze minutos de fama, é a história de um guerreiro que teve que derrotar seus leões, derrubar gigantes e dominar monstros assassinos. É a exemplificação do sonho brasileiro, onde desistir não é uma opção.
De todo o conteúdo da obra alguns trechos foram mais significativos do que a história que todos já conhecem, do jovem prodígio que dominou ondas gigantes, e são justamente os trechos que poucos se interessariam em ler, mas são estes que demonstram que não se trata apenas de um esportista buscando gloria, dinheiros e mulheres, é a história do menino peralta que se lançou as ondas mesmo sem saber surfar, é a história de uma mãe guerreira que desistiu de tudo para apoiar o sonho do filho, é a história de um homem, que não se limitou apenas em ser o padrasto, mas que buscou enraizar seus laços de carinho e amor por um garoto que antes apenas lhe causou problemas, é a história de superação dos índices brasileiros que apontam um futuro negro aos jovens de baixa renda.
E acima de tudo é a história de um menino apaixonado pelo esporte, que ao lado da família procura sempre se superar, se mostrar acima das expectativas e que sempre mantem Deus em primeiro lugar.
P30-11-15_17.14

Sobre o aspecto físico do livro, não a o que reclamar, a editoração fez um trabalho incrível porque o que temos aqui não é apenas uma biografia escrita, mas também fotografada, em todo o decorrer do livro os capítulos são permeados por belas imagens da história de Medina, cada uma exemplificando o que o autor descrevia. Além de tudo, a inúmeras citações de amigos, esportistas, pessoas ligadas ao esporte, citações que apenas enriquecem o trabalho de Brandão.
P30-11-15_17.12

 Sobre diagramação, espaçamento, escolha de caracteres, também não o que pontuar negativamente, tudo é adequado a estrutura escolhida proporcionando uma boa leitura e uma confortável sensação de qualidade. Talvez o tamanho do livro que tem 21,00cm de largura tenha prejudicado um pouco a leitura, mas vai um conselho não tente ler deitado mantendo o livro suspenso diante do rosto, os braços vão doer e, é bem provável que cause algum acidente em seu rosto.
Ademais o livro é uma ótima pedida para os amantes do esporte, mas também para aqueles que procuram valorizar nossos talentos, além de se aprofundar na história daquele que nos representa no exterior. Recomendo o livro e lhe atribuo uma nota de 4,5/5,0, mas como não trabalhamos com notas quebradas, lhe dou um 5,0.

5[3] Ps: Gabriel alcançou o sonho de ser campeão mundial, e agora tem um novo sonho, ser tricampeão mundial, ele está perto de alcançar o bicampeonato, quarto colocado no ranking mundial, briga com dois outros brasileiros e o companheiro de equipe Mick Fanning pelo título da última etapa do Circuito Mundial, cuja janela de realização terá início na próxima terça-feira dia 09.12.
P30-11-15_17.12[03]


Ao campeão o recado do Dialética é #VaiMedina.


Sobre o Livro
Título: Gabriel Medina
Autor: Tulio Brandão
Preço de Capa: R$ 25,10 até R$ 40,92
ISBN-13: 9788568377055
ISBN-10: 856837705X
Ano: 2015 / Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Primeira Pessoa

Sinopse: A trajetória de Gabriel Medina, o primeiro campeão mundial de surfe do Brasil. “Se fiquei surpreso ao ver Medina conquistar o título mundial aos 20 anos? Não. Pela primeira vez desde que o vi surfando com 15 anos, eu não me surpreendi. Essa vitória já era esperada. Foi resultado de muito trabalho e determinação na busca de um sonho, consequência natural de raro talento e enorme paixão.” – Kelly Slater “Pai, eu quero ser campeão mundial.” Tudo o que o menino de Maresias sonhara aos 11 anos, quando o surfe se tornou sua missão de vida, virou realidade com a conquista épica nos tubos de Pipeline, no Havaí, em 2014. Jesus tatuado no braço, Gabriel Medina, aos 20 anos, se transformou no primeiro campeão mundial de surfe do Brasil, um fenômeno num esporte até então dominado por americanos e australianos.
Para superar as adversidades, o caiçara de origem humilde apostou no trabalho duro e no apoio da família. Com o incentivo do padrasto e treinador e a fé inabalável da mãe, foi alçando voos cada vez mais altos.
Destemido como Garrincha, competitivo e obstinado como Ayrton Senna, carismático como Guga, Gabriel Medina forjou um estilo próprio que o converteu numa máquina de vencer. Este livro narra a trajetória do garoto prodígio que destronou velhas lendas do surfe e hoje é ídolo mundial.

Nota no Skoob: 4.4

O Autor: Goofy footer, 42 anos, nascido no Pontão do Leblon. Jornalista-escriba desde 1998, passou pelo Jornal do Brasil e há seis anos trabalha no Globo. Na bagagem de surfista, surftrips para a Indonésia, Peru, Costa Rica e Europa. Na mala do jornalista, dois prêmios Esso com reportagens sobre meio ambiente, um prêmio ASP Latin America, o livro "Gabriel Medina" e muitos outros escritos. Na cabeça dos dois, Surfe Deluxe. Fonte: http://surfedeluxe.blogspot.com.br/
http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C[3]

2 comentários:

  1. Olha, o Gabriel Medina foi apresentado na seguinte sequencia: Existe um garoto brasileiro fera no surf; esse garoto vira campeão mundial; ele deve sua conquista a DEUS, mae e o padrasto que o trata como pai; vai competir em outro pais. Foi assim que o conheci, de uma forma sucinta e simples. Também não dou fa de biografias e na maioria da vezes passo longe. Agora, essa seria uma biografia que se caísse em minha mao, com certeza leria, uma historia para mim motivacional e com muita fe e foco.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  2. A biografia parece ter sido muito bem feita, mas confesso que não me interessa muito. Não tenho curiosidade sobre a trajetória do Gabriel.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre importante, por isso espero seu comentário!
Critique, de sugestões, elogie, comente.

Julielton Souza