26 de mai de 2015

Terça do anime: Review Shokugeki no Souma

Minasan, kon'nichiwa! Se você está se perguntando o que diabos é isso, com certeza não entende a razão desta coluna. “Minasan, kon'nichiwa”, trata-se de um cumprimento típico japonês, usado para cumprimentar duas ou mais pessoas, em tradução literal seria o famoso “Oi Pessoal”.

Por que começar com uma frase em japonês? Simples meu querido, eu amo o Japão e a sua cultura, isso já deve ter ficado claro a vocês que frequentam o Dialética, afinal diversas postagens aqui foram e ainda são dedicadas a este país e sua cultura tão peculiar. Mas o que importa mesmo, é que hoje é terça!

E terça é dia de anime no DP! E hoje trago um dos meus mais novos queridinhos, um anime que estreou agora nesta temporada e tem me causado bons momentos de diversão, recheados de risos excruciantes.

Trata-se do anime Shokugeki no Souma um anime voltado para a culinária, o qual mencionei no post Terça do Anime: Temporada de Primavera 2015 – Parte I e Parte II. Como disse naquela postagem, este anime acabou sendo um azarão que adicionei de última hora a lista dos animes que pretendia acompanhar durante a temporada de Primavera/2015.

Por sorte, acabei adorando o anime, e hoje o mesmo fulgura entre os meus preferidos não somente desta temporada, como entre os melhores de todos os tempos.


Sinopse

O sonho de Yukihira Souma é se tornar um chef em tempo integral no restaurante de seu pai e superar a habilidade culinária dele. Mas, assim que Yukihira se vê prestes a se terminar o ensino médio, seu pai, Yukihira Jouichirou, fecha o restaurante para ir cozinhar na Europa.

Embora oprimido, o espírito de luta de Souma é reavivado por um desafio de seu pai, Jouichirou, ele deve sobreviver a uma escola de culinária de elite onde apenas 10% dos estudantes conseguem se formar. Será que Souma pode sobreviver a este desafio?


Informações Adicionais

Tipo: TV

Episódios: 24

Status: atualmente no ar

Ar: 04 de abril de 2015 para?

Produtores: JCStaff , Mainichi Radiodifusão , Sentai Filmworks

Géneros: Ecchi , escola , Shounen

Duração: 25 min. por episódio

Classificação: PG-13 – Adolescentes: 13 anos ou +.


Review

Shokugeki não SoumaLogo no início é possível perceber a comicidade do anime, em seu primeiro episódio somos brindados com a relação paternal mais aberta e cômica possível, Jouichirou e Soma são pai e filho, mas antes de tudo são amigos, e ambos respeitam a trajetória do outro, principalmente no que diz respeito a culinária. Souma é apaixonado por gastronomia como o seu pai, e vive o desafiando para ver quem é o melhor cozinheiro do restaurante popular.

Embora o enredo seja simples e os objetivos de Souma ainda mais, o anime compensa suas limitações oferecendo um fanservice de primeira categoria, quase um ecchi, o anime tem como principal ferramenta para manter os otakus diante da tela, peitos, muitos peitos, e quase sempre acompanhados de mulheres e homens em completo estado de excitação e nudez.

Alguns screenshots do fanservice presente no anime:

Não entenda errado, a excitação dos personagens deste anime, não possuem qualquer conjectura sexual, pelo contrário, todo o êxtase dos personagens está no simples fato de poder comer pratos requintados. Ou seja, é um anime para os glutões que veem no prazer de se alimentar o maior estimulo erótico possível.

Sobre os personagens devo dizer que são um pouco previsíveis, é o típico enredo escolar, onde um jovem pobre acaba indo parar na escola elitista, e por razões obvias acaba se destacando entre os demais. E por isso se torna o objeto de ódio da patricinha mandachuva e de seu séquito de anencefalos.

Quanto a arte em si, ou melhor, os traços, você pode acreditar é um dos melhores da temporada, realmente fantástico. Infelizmente não estou acompanhando o manga, mas o que pude perceber dando uma olhada aqui e outra acolá, é que assim como a perfeição de sua irmã gêmea produzida para a TV, a versão em mangá também apresenta altos índices de perfeição.

Em suma, trata-se de um anime divertidíssimo e de boa qualidade, recomendado para a maioria daqueles que como eu amam os traços japoneses e querem se divertir com situações engraçadas e sacadas inteligentes. Isso sem mencionar a mais bela opening de todos os tempos, interpretada pela banda Ultra Tower a música Kibou no Uta é de uma sutileza impecável. Acompanhe a opening no vídeo abaixo e também o videoclipe da banda.

Ps: Estou encantado com a voz do Ohhama Kengo vocalista da banda, esse timbre rouco é incrível.

Matá aimachou! (Até a próxima!)

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

1 comentários:

  1. Julielton!
    Gosto demais da cultura japonesa também, é um povo inteligente, forte e tem sempre boas novidades para o mundo.
    Um anime que fala sobre culinária é tudo de bom e as ilustrações estão lindas!
    Desejo uma ótima semana!!
    “A experiência é uma lanterna dependurada nas costas que apenas ilumina o caminho já percorrido.”(Confúcio)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre importante, por isso espero seu comentário!
Critique, de sugestões, elogie, comente.

Julielton Souza