16 de jan de 2015

LIVRO #15 – A Vida do Livreiro A.J. Fikry – Gabrielle Zevin


Dados do Livro


A_VIDA_DO_LIVREIRO_AJ_FIKRY_1399580293BTítulo: A Vida do Livreiro A.J. Fikry

Original: The Storied Life of A.J. Fikry

Autor: Gabrielle Zevin

Tradutor: Flávia Yacubian

Editora: Paralela

ISBN: 978-85-6553-066-8

Edição: 1ª Ed. 2014

Gênero: Ficção Americana: Romance.

Páginas: 192

Preço de Capa: R$ 16,06 até24,90

Avaliação Skoob: 4,2


Sinopse

“Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo.”

Uma carta de amor para o mundo dos livros.

“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island.

O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.


O Autor

03542_m

Gabrielle Zevin iniciou a carreira de escritora aos 14 anos quando enviou uma carta furiosa ao jornal da cidade onde morava sobre um show da banda Guns 'n' Roses, a dura critica resultou em um convite para trabalhar como crítica de música.

Formada pela Universidade Harvard, depois de muitos anos morando em Nova York, hoje vive em Los Angeles.

Ao longo de seus vários romances publicados, ela tem escrito sobre mulheres soldados no Iraque, princesas da máfia em uma New York retrofuturista, adolescentes na vida após a morte, cachorros falantes, amnésicos, e as dificuldades de amar uma pessoa ao longo de muitos anos.

Seu primeiro romance, Elsewhere , foi traduzido para mais de 20 idiomas. Ela também é a roteirista do sucesso cult Conversas com outras mulheres .

Seu oitavo romance, A Vida do Livreiro AJ Fikry, best seller do New York Times, foi publicado em abril de 2014 pelo Algonquin nos EUA, pela Penguin e pela Little no Canadá, pela Brown no Reino Unido (comoAs Obras Completas de AJ Fikry) e pelo Selo Paralela no Brasil. Ele ainda será publicado em 25 idiomas.

Para mais informações: gabriellezevin.com

Dialética

Quando li a sinopse deste livro, decide que necessitava urgentemente tê-lo em mãos. Algo descrito como: “Uma carta de amor para o mundo dos livros” deveria ser leitura obrigatória para qualquer amante da literatura.

E realmente é uma leitura obrigatória, pois se trata de um romance de qualidade composto por uma narrativa que se lança ora no estilo policial, ora em forma de biografia e em outras em forma de romance. Recheado de flashbacks é uma estória que em certo ponto você julga desconexa e desproposita e em outros verte lagrimas nos olhos pela redundância dos acontecimentos.

Mesmo sendo algo previsível em muitos momentos, a escrita de Zevin surpreende. Explico, a princípio vemos a tentativa de apresentar a vida de A.J. um livreiro viúvo e solitário que reina sozinho na ilha de Alice, como o dono da única livraria da cidade, ele se sente no direito de se impor sobre quem entra ou sai de sua loja. Amargurado, rabugento e cheio de quereres, A.J. inicialmente desperta desprezo e te faz questionar se todos os elogios que leu anteriormente sobre o livro eram condizentes com o que realmente estava ali escrito.

Sendo rude com Amélia a representante de uma editora, A.J. demonstra todos os defeitos que um jovem viúvo pode possuir, porém duas reviravoltas únicas e aparentemente desconexas causam um estardalhaço na vida do livreiro, transformando-o no centro das conversas dos moradores de Alice.

O livreiro acostumado a viver sozinho, a comer comida indiana congelada e a beber até desmaiar se vê agora cercado de pessoas e sentimentos que julgava mortos, uma transformação linda e que merece ser acompanhada.

Acompanhamos também o desenrolar de dois romances, o crescimento e o desenvolvimento nerd de um pedacinho de gente, os picos de tensão na vida de um homem que se via caminhando para a morte e ainda o desdobramento do caso policial que quase destrói A.J. o roubo do famoso livro Tamerlane e outros Poemas, escrito pelo famoso Edgar Allan Poe.

Com um final um pouco triste, o livro abrange todos os passos de A.J. durante sua vida, além de outros personagens também cativantes, como Amélia, Maya, Lambiase, pessoas que tem em comum apenas a paixão pela literatura, e uma amizade sincera e marcante.

A leitura deste livro é encantadora, mesmo se tratando de uma estória comum, vale a pena ser conhecida e compartilhada.

Outro ponto positivo deste livro é justamente a inserção do mundo literário em sua narrativa, a cada capítulo somos presenteados com uma indicação literária de peso, contos de autores famosos e a opinião do nosso livreiro favorito, além de diversas citações sobre outros autores e livros.

Sobre a diagramação e impressão o livro apresenta uma estética aperfeiçoada algo já garantido com os livros do Selo Paralela, um outro erro de digitação foi encontrado, mas nada que prejudique a leitura. Por fim, devo dizer que se trata de um ótimo exemplar que deveria ser item obrigatório na estante de qualquer apaixonado por literatura.