2 de dez de 2014

De olho nas séries: Kingdom




Primeira terça-feira do mês é dia de séries de TV aqui no Dialética Proposital e fugindo um pouco do convencional, onde falo de diversas séries ao mesmo tempo, esta postagem é dedicada a um único seriado, uma das estreias da Fall Season 2014, que vem conquistando público e espaço entre as melhores tramas do momento.
Estou falando de Kingdom, a série que estreou em outubro e traz no elenco o queridinho das meninas Nick Jonas na pele de Nate um lutador de MMA.
A série é um drama familiar que apresenta de uma forma inovadora o mundo das artes marciais, focada na família Kulina, dona da Academia Navy Street, uma academia especializada em treinar competidores de MMA.
Como personagens principais temos Alvey Kulina e Lisa Prince o casal dono e administrador da academia, além dos filhos do primeiro casamento de Alvey, Jay e Nate Kulina, ambos lutadores de MMA como o pai e ainda o ex-namorado de Lisa, Ryan Wheeler e a ex-mulher de Alvey, Christina Kulina.
A trama aborda relacionamentos atípicos e disfuncionais, como por exemplo, Alvey treinar o ex-namorado de sua atual esposa, ou esta agenciar o seu filho mais velho com quem ele tem dificuldades de relacionamento, de certa forma esse é o ponto principal desta série, os conflitos familiares e as dificuldades de se manter uma ligação afetiva/parental.
Nos oito episódios exibidos até o momento fomos apresentados a esta família americana onde brigas e desordem são assuntos comuns, cada personagem tem sua carga de desarranjo social e moral, onde talvez a única que não apresente uma conduta deturpada seja a bela Lisa que se vê obrigada a conduzir essa família que adotou.
Os personagens são sim carregados de situações perigosas, e de problemas emocionais, a começar pelo patriarca da família Kulina. Alvey é um ex-lutador que se afundou nas drogas e acabou perdendo a chance de ser um grande campeão, agora ao lado da nova esposa busca recuperar o prestigio perdido treinando novos talentos.
Jay Kulina o filho mais velho é o típico bad boy, embora não seja financeiramente abastado, Jay não trabalha e sempre que o pai tenta leva-lo a uma luta, este ou aparece bêbado e drogado ou simplesmente não aparece.
Nate o caçula é o perturbado da família, tímido e retraído guarda tudo para si, e logo se vê que ele se sente um estranho no ninho, embora seja um lutador de MMA, Nate é um garoto delicado, e pelas cenas exibidas nos últimos episódios, pode-se considerar que talvez haja uma bissexualidade aflorando.
A mãe dos garotos, Christina é a mais problemática da série, viciada em heroína, cocaína e outras drogas abandonou os filhos e o ex-marido para se prostituir em troca de drogas, porém após a intervenção dos filhos recuperou a sanidade e agora busca reconquistar seu lugar no seio desta família disfuncional.
E por último Ryan, o ex-noivo de Lisa que também se desviou dos ringues e optou pelas drogas, até ser preso após agredir e deixar o pai tetraplégico, agora busca no treinamento de Alvey a chance de reconstruir a vida.

Elenco - Fotos IMDb - Clique para ampliar


 Frank Grillo – Alvey Kulina
Foi Nick Savrinn em Prison Break.
 
Kiele Sanches – Lisa Prince
 Foi VJ MTV. Atuou em Lost e The Glades.

 
Matt Lauria – Ryan Wheeler
Foi Ryan York em Parenthood. 
 
Jonathan Tucker – Jay Kulina
Foi Edward em Veronika Decide Morrer.

 
Nick Jonas – Nate Kulina
 Atuou em Séries da Disney e filmes para TV.
 
Joanna Going – Christina Kulina
 Foi Rachel em Um Bom Dia para Morrer


Trata-se de uma série divertida e apaixonante, e não há como não gostar dos personagens, até mesmo os mais perigosos e perturbados como Jay e Ryan acabam te conquistando com os momentos de preocupação e carinho para com os seus. Como disse esse é o ponto forte da série, embora haja inúmeras razões para separar essa família, o amor que um sente pelo outro os impele e motiva a procurar a união e estabilidade.
Recomendo a todos.


Nota no IMDb: 8,2/10

trailer




1 comentários:

  1. Uau, parece uma série bem interessante, eu ainda não conhecia. Gosto de histórias que abordem relações familiares.
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre importante, por isso espero seu comentário!
Critique, de sugestões, elogie, comente.

Julielton Souza